La Boquinha


julho 15, 2011, 2:44 am
Filed under: Sem-categoria

As cadeiras de cinema enquanto nossas mentes mentem e assaltam a geografia, permanecem sentadas segurando o peso dos nossos corpos estáticos. As LaBoquinhas não, se a elas não foi permitido suportar os corpos de mentes distantes- se o filme for bom, lógico- elas também se removem de acordo com o grande filme da vida. Elas giram, elas giram por aí. Tem gente desenhando braços e pernas, couros e pontos de costura. Tem delas em quartos escuros, esquecidas- e essas, por favor, give-me back. Algumas são conservadoras e não permitem que se arranque delas a memória que traz o chicletes entranhado na madeira. E tem as lá de casa, infantis… Enquanto fazemos cinema não deixamos de pensar nelas um instante e de projetá-las sentadas em algum sonho a se realizar. Viva as LaBoquinhas, mais lindas do que ontem, sempre.

Anúncios